CONDICIONAMENTO DE AMBIENTES UTILIZANDO-SE  O FENÔMENO DA RADIAÇÃO.

TETO RADIANTE DE METAL , GESSO, PAREDE RADIANTE , PISO RADIANTE, VIGAS METÁLICAS RADIANTES ATIVAS E PASSIVAS

                                                                                     Alexandre Alberico/Claudio Misumi/Ricardo  Yokouchi/André Teramoto
                                                                                                                                                                                      Engenheiros


PARTE I 

CONCEITO
O sistema de condicionamento de ar convencional utiliza a convecção como principal princípio de transferência de calor no ambiente a ser condicionado.
A  grande maioria dos sistemas  de ar condicionado trabalham somente com fluxo de ar frio e seco ( convecção) para remover o CLI e o CLS dos  ambientes.
Na década de 80 engenheiros suíços desenvolveram técnicas para aplicação da Radiação para remover  o CSI. Aqui no Brasil aplicamos, com sucesso, no ano de 1999/2000.Nos EEUU  o sistema  tomou força  a partir do ano de 2007.


Este sistema representa um avanço com relação aos demais pois utiliza grande parte da energia radiante que é perdida nos equipamentos UTA. Com isto há uma grande redução da VAI  com a  praticada no sistema convencional e aproveitamento de energia radiante desperdiçada em sistema Convencionais.

Com a utilização de Elementos Radiantes no sistema de condicionamento de ar, a transferência de calor no ambiente a ser condicionado passa a ser feito também por radiação.
Consequentemente, consegue-se uma diminuição na vazão de ar insuflado, pois os Elementos Radiantes absorvem a maior parte do Calor Sensível Interno. Por meio da vazão de ar insuflado, remove-se o Calor Latente Interno e a parte remanescente do Calor Sensível Interno. Esta  diminuição da Vazão de Ar Insuflado permite diversas vantagens, tais  como: redução de potência  elétrica instalada, redução da cota vertical do entre forro, redução das Áreas de Casa de Máquinas, redução das operações de Manutenção e peças sobressalentes (p.ex.- padronização e redução quantitativa de UTA's), conforto térmico-acústico sem fluxos sensíveis de ar e NRC≥ 0,7, menor tráfego de microorganismos transportados pelo fluxo de ar
.

Continue Lendo.... Baixe o Donwload